Congregação das Irmãs Franciscanas

de Nossa Senhora das Vitórias

NOTÍCIAS

PARTILHA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Mensagem de Encerramento das Celebrações dos 150 anos de Conversão à Igreja Católica da Venerável Irmã Maria de São Francisco Wilson e 140 anos de fundação da Congregação das Irmãs Franciscanas de Nossa Senhora das Vitórias

Minhas Muito queridas Irmãs
Queridos simpatizantes e membros da Associação Amigos da Irmã Wilson, todo o Clero, familiares, amigos, benfeitores e todos os colaboradores e utentes das nossas mais variadas instituições e todo o Povo de Deus

O Senhor nos dê a Sua Paz

Há um ano demos início à solene celebração do jubileu dos 150 anos de Conversão à Igreja Católica da Venerável Irmã Maria de São Francisco Wilson; chegados a este momento, sentimos certamente o nosso coração a transbordar de gratidão ao Senhor por tantas graças e bênçãos recebidas ao longo do mesmo, sentimos certamente que o Espírito Santo nos conduziu nos vários momentos da vivência desta grande efeméride da vida da nossa querida Fundadora e consequentemente da vida da nossa querida Congregação.

É momento de levantarmos a nossa voz ao Alto e com o Salmista dizer “Como agradecerei ao Senhor por tudo quanto Ele me deu, elevarei o cálice da salvação, invocando o nome do Senhor…” (Sl 115,12-13).

O nosso desejo quando programamos a vivência de um ano de celebrações jubilares, foi no intuito de que são muitas e grandes as maravilhas que o Senhor operou na vida da Venerável Irma Wilson e na vida da Congregação e um dia, não seria suficiente para celebrar tão grandiosos mistérios e benefícios recebidos com a conversão da Irmã Wilson à Igreja Católica, toda a espiritualidade e Carisma que advém deste grande acontecimento e que nos deixou como herança.

Queridas Irmãs, queridos membros da Associação Amigos da Irmã Wilson e todos aqueles que ao longo deste ano jubilar e de graça vos unistes e alegrastes connosco, que a nossa alma cante ao Senhor hoje e sempre e não esqueçamos nenhum dos seus inúmeros benefícios com os quais nos cumulou ao longo deste ano jubilar, continuemos sim, a agradecermos juntos ao Senhor por tantas maravilhas que Ele operou e continua a operar em nós e através de nós por intercessão da Venerável Irmã Maria de São Francisco Wilson.

É nosso desejo que todas as experiências vividas, tão ricas e profundas que ao longo deste ano jubilar vivemos e experimentamos nos ajudem a sair deste jubileu renovados, firmes na fé, na esperança e na caridade, imbuídos das virtudes que sempre caracterizaram a Venerável Irmã Wilson na sua busca e procura da verdade, e nos permita viver a nossa consagração e a nossa vida de Associados com alegria e fidelidade aos compromissos assumidos segundo o estado de vida em que cada um se encontra.

As várias conferências e encontros online, o guião dos retiros, os momentos de Adoração “Lauperene” e vários outros subsídios e iniciativas que nos acompanharam ao longo deste ano, certamente permitiram que tocássemos mais a fundo a vida e obra da Venerável Irmã Wilson, serviram igualmente como instrumento de comunhão congregacional; por isso queridas Irmãs, queridos membros da Associação Amigos da Irmã Wilson, não encerremos este ano jubilar como se fosse o fim, não saiamos como iniciamos, mas sim, sejamos protagonistas e testemunhas de uma nova vida diante do mundo, da sociedade que nos rodeia e que pede de nós aquela ousadia que a Irmã Wilson teve após a sua conversão, uma alma inquieta que não descansava enquanto todo o bem que estivesse ao seu alcance não fosse realizado.

Queridas Irmãs e membros da Associação Amigos da Irmã Wilson todos os nossos benfeitores e colaboradores, ao termos vivido este ano jubilar faço votos que cada um dos dias deste ano jubilar tenha sido “santo” dia de “graça”, dia de “bênção” e tenha tornado a vida de cada um de nós, uma vida nova, como aconteceu com a Venerável Irmã Maria de São Francisco Wilson, aquando da sua adesão à Igreja Católica. Depois que encontrou a verdade que buscava, Jesus presente na Eucaristia, tornou-se nova criatura, iniciou uma vida nova totalmente entregue a Deus e aos irmãos.

Ao longo deste ano jubilar procuramos que este acontecimento marcasse cada passo da nossa caminhada pessoal, familiar, de grupo, comunitária e congregacional. Acreditamos ter sido um tempo de graça e uma ocasião para cada Irmã, Amigo, Simpatizante e todos os que connosco partilham a Espiritualidade e o Carisma da Irmã Wilson fazerem também o seu percurso de conversão, de adesão ao essencial na vivência dos compromissos assumidos.

Queridas Irmãs e membros da Associação Amigos da Irmã Wilson e todos os colaboradores e utentes das nossas instituições, conforme a programação feita, estamos a caminhar para o término da vivência intensa dos 150 anos da Conversão da Venerável Irmã Maria de São Francisco Wilson à Igreja Católica a ter lugar no próximo dia 15 de janeiro de 2024.

Faço votos que esta celebração não nos tenha deixado indiferentes e no mesmo estado e nas mesmas condições de quando iniciamos há um ano atrás, que toda a experiência feita tenha tocado e transformado as nossas vidas, a nossa vocação e missão hoje; não tenha sido um simples recordar e contar algo do passado, mas sim um fazer memória, narrar com a nossa vida hoje a nossa história do passado, do presente e do futuro.

Minhas queridas Irmãs, membros da Associação Amigos da Irmã Wilson, todos os colaboradores e utentes das nossas instituições mantenhamos acesa a chama da nossa fé, continuando e retomando alguns aspectos da vida da Irmã Wilson e procurando cada um desenvolver e identificar-se com as virtudes que a caracterizaram, como um dos meios que favorece o crescimento espiritual e a contínua renovação de vida.

Faço igualmente votos para que, este ano de graça tenha contribuído e tenha sido propício para nos reconciliarmos connosco próprios, com os irmãos e com o Senhor, tenha permitido e nos ajudado a colocar a primazia de Deus no centro das nossas vidas e tenha criado em todos nós o desejo ardente de construir um mundo mais solidário e humano, um mundo de paz e do bem, tenha criado em nós o desejo de renascer de novo.

Minhas queridas Irmãs e queridos membros da Associação Amigos da Irmã Wilson e todos os colaboradores e utentes das nossas instituições; estamos a celebrar 140 anos de Fundação da Congregação, que aconteceu a precisamente 15 de Janeiro de 1884, na Madeira… que bênção. Vivamos este dia em atitude de louvor e de gratidão ao Senhor por toda a nossa história e percurso congregacional que ao longo dos 140 anos marcou a humanidade, a sociedade e a Igreja em geral. Com a Venerável Irmã Wilson digamos 140 anos é um longo espaço de tempo; dele temos de dar contas a Deus Onipotente!…. para onde olhar e a quem ir, se o coração amoroso do nosso Jesus não estivesse sempre aberto para nos receber….voemos para Ele e digamos-lhe todas as nossas preocupações….aceite o resto da nossa vida…. Nos dê um coração manso, bondoso e dócil, inteiramente dele no tempo e na eternidade. Celebremos este dia fundacional na firme esperança de que seja um momento forte e de estímulo a viver com mais empenho o Evangelho de Jesus Cristo e a proclamá-lo com convicção, tendo presente a inspiração que a Irmã Wilson teve ao fundar a Congregação (cf CIW 113). Não posso deixar o dia de hoje sem vos mandar uma linha de amor e ações de graças pelos cento e quarenta anos que o divino Mestre tem dado de trabalho na sua horta. Que graças e dificuldade vencidas pelo Seu poder invencível e pela interceção de nossa queridíssima Mãe das Vitórias (cf CIW 26).

Terminemos este ano jubilar fazendo a experiência da vitória de Cristo nas nossas vidas, por intermédio de Maria a Senhora das Vitórias. Que todos os dias da nossa vida digamos com a Irmã Wilson “A vitória foi Vossa, o meu coração vos professa perpétuo reconhecimento”.

O meu coração está sempre convosco e as minhas preces levantam-se a toda a hora ao Céu, para que sejais consoladas por quem só sabe consolar perfeitamente (cf CIW 50).
Coragem e confiança minhas queridas filhas! Aquele que vos conduziu até agora vos conduzirá até ao fim (cf CIW 58).

Quero que todas as minhas filhas sejam verdadeiras filhas do nosso grandioso e santo Pai, fiéis imitadoras das suas virtudes, como ele absorvidas no amor a Jesus crucificado, de sua Santíssima Mãe Maria Virgem e do próximo, e amigas da santa pobreza e do sacrifício. (cf CIW 118).

Que a Venerável Irmã Maria de São Francisco Wilson interceda por todos nós junto de Jesus e nos alcance as mais excelsas graças., aceitando esta bênção que sobre nós é invocada e derramada:

O Senhor vos abençoe na alma e no corpo;
e vos guarde de tudo o vos possa fazer mal ou separar d’Ele
e vos conduza à salvação nos braços do Seu amor.
E Nossa Senhora vos dê a vitória sobre o mal
e a sua protecção. Amen.

BOAS FESTAS QUERIDAS IRMÃS E IRMÃOS!

VENERÁVEL IRMÃ MARIA DE SÃO FRANCISCO WILSON, ROGAI POR NÓS

Apelação 13 de Janeiro de 2024

Irmã Cacilda Rosa Joaquim Torcida Gamboa
Superiora Geral