Congregação das Irmãs Franciscanas

de Nossa Senhora das Vitórias

NOTÍCIAS

PARTILHA

Intergovernos 2023

No dia 16 de setembro de 2023 encerramos as nossas atividades do Intergovernos 2023. Este encontro é feito com todas as Irmãs do Governo Geral e dos governos das Províncias e das Delegações. Em dois dias dessa semana fomos assessoradas pela Ir. Begona Martinez, que tem nos acompanhado em nosso processo de revitalização e reestruturação da Congregação.

Estamos no processo de fazer uma mirada sistémica, identificando as condições favoráveis de sustentabilidade, tomando a consciência de que tudo está conectado. Vendo os Organismos como redes interdependentes e que processos estão em marcha na Congregação, na formação inicial, na missão, nas comunidades espalhadas pelo mundo. Estamos a ver a vida que existe em cada lugar para continuarmos este processo com muita esperança no coração.

Precisamos acertar nas perguntas para também acertar nas respostas. Ver bem de que precisamos cuidar e como vamos cuidar neste momento histórico em que vivemos.

Este tempo nos pede oração e discernimento, abertura, flexibilidade, cuidar da formação inicial e permanente das Irmãs, conversão pessoal e comunitária e uma mudança de mentalidade. Seguem algumas pistas para pensarmos em uma mudança de mentalidade:

  1. Insatisfação (assim precisamos buscar soluções)
  2. Um grupo de pessoas que lideram uma tarefa
  3. Uma visão, um sonho, uma meta a alcançar. Equilíbrio de forças.
  4. Comunicar o que vai no coração e com o coração;
  5. Remover obstáculos, os “elefantes”, problemas, dificuldades.
  6. Fazer um plano para seguir passo a passo. Por qual porta entro?
  7. Gerar condições para que os passos sejam possíveis, consolidar.

 

A mudança de mentalidade acontece neste processo todo. Ao contemplar o caminho feito, vemos que houve mudança de mentalidade. Somos uma mentalidade nova.

“Não se deita vinho novo em odres velhos, de contrário rompem-se os odres, derrama-se o vinho e estragam-se os odres. Mas deita-se o vinho novo em odres novos” (Mt 9, 17)

PARTILHA