Congregação das Irmãs Franciscanas

de Nossa Senhora das Vitórias

NOTÍCIAS

PARTILHA

Celebração de Jubileu de Prata de Profissão Religiosa em Moçambique

MENSAGEM DE GRATIDÃO DAS IRMÃS JUBILANDAS

Mónica Sebastião Sitoe, Argentina Francisco César Augusto

e Josina José Amade

Por ocasião da celebração dos 25 anos de Profissão Religiosa (Bodas de Prata)

EXCELÊNCIA REVERENDÍSSIMA, DOM FRANCISCO CHIMOIO, ARCEBISPO DA ARQUIDIOCESE DE MAPUTO E PRESIDENTE DESTA CELEBRAÇÃO;

EXCELÊNCIA REVERENDÍSSIMA, DOM JANUÁRIO MACHAZE NHANGUMBE, BISPO EMÉRITO DA DIOCESE DE  PEMBA;

EXCELÊNCIA REVERENDÍSSIMA DOM GERMANO GRACHANE, BISPO EMÉRITO DA DIOCESE DE NACALA;

REVERENDÍSSIMO MONSENHOR ANTONY PAUL, SECRETÁRIO DA NUNCIATURA EM MOÇAMBIQUE;

REVERENDO PADRE MARCELLUS ANGGO PÁROCO DA PAROQUIA SANTO ANTÓNIO DA MALHANGALENE

Reverendos sacerdotes, Religiosos e Religiosas de diversas Congregações

Reverenda Irmã Regina Ambrósio Caiato, Superiora Provincial da Provincia de Nossa Senhora de Fátima

Caríssimas Irmãs Franciscanas de Nossa Senhora das Vitórias

Queridos membros da Associação Amigos da Irmã Wilson

Estimados familiares

Ilustres convidados e autoridades civis;

Prezado Povo de Deus

 

 

Como agradecerei ao Senhor por tudo quanto Ele nos deu! (cf. Sal 115)

É com estas palavras do salmista que queremos expressar o que vai dentro do nosso Coração, a tamanha alegria e gratidão que sentimos neste dia abençoado.

Ao celebrarmos a graça jubilar dos 25 anos do nosso percurso vocacional, reconhecemos que o chamamento que o Senhor fez a cada uma de nós se inscreve na sua infinita bondade e Misericórdia.

Estamos convictas que, se chegamos até hoje, não foi por mérito pessoal, foi sim, porque Deus quis realizar esta promessa nos seus desígnios de salvação. De facto, sem o auxilio do Divino Espírito Santo, nada há no homem que seja oblação agradável a Ele.

Na nossa vida, Deus sempre nos guiou com amor e solicitude filial, falando-nos ao coração de tu a tu, para não desfalecermos na caminhada.

Dentro de cada uma de nós cala a certeza de que “Aquele que nos conduziu ate aqui nos conduzirá ate ao fim” e contamos com as mediações humanas que foram para nós sinais da bondade de Deus.

Deste modo, em primeiro lugar queremos agradecer a Deus que nos chamou e nos fez merecedoras deste grande dom de Consagração religiosa.

Nesta ocasião impar queremos agradecer a sua Excelência, Dom Francisco Chimoio, Arcebispo de Arquidiocese de Maputo e presidente desta Celebração Eucarística, que com o seu zelo de pai, deixou todos os seus afazeres para nos honrar com a sua presença e com as suas palavras sábias e encorajadoras, dando sentido de comunhão eclesial a esta cerimónia.

Agradecemos aos nossos pais e familiares, vivos e defuntos que nos deram a vida e a cuidaram, e na fé acolheram e colaboraram no projeto de Deus a nosso respeito.

Convido a assembleia para rezarmos uma Ave Maria pelos defuntos, Ave   Maria…

À nossa querida Congregação das Irmãs Franciscanas de Nossa Senhora das Vitórias, vai a nossa profunda gratidão por nos ter acolhido no seu seio e feito crescer a nossa vocação, por ter nos transmitido o Carisma, a Espiritualidade e a Missão; por tudo quanto tem feito para nos tornar mais agradáveis aos olhos do Mestre que nos chamou, o nosso muito seja por caridade.

De igual modo agradecemos de coração ao Governo Provincial da Província de Nossa Senhora de Fátima por nos ter proporcionado celebrar em Igreja este acontecimento da graça jubilar.

O nosso muito seja por caridade às nossas formadoras de diversas etapas, que com empenho, dedicação e sacrífico nos ensinaram a dinâmica de escutar a voz do Mestre e segui-lo com alegria e fidelidade. Na mesma linha a nossa gratidao estende-se aos nossos Directores espirituais que com mestria nos fizeram crescer no caminho de perfeicãoo e na santidade de vida.

Às nossas Irmãs que vieram de diversas comunidades para connosco testemunhar as maravilhas que Deus operou em nós, vai o nosso profundo reconhecimento por terem nos conduzido nos caminhosdo Senhor ao Estilo da Venerável Irmã Mary Jane Wilson.

Agradecemos de igual modo ao nosso reverendo Pároco, Padre Marcellus, pela sua hospitalidade e solicitude pastoral que sempre manifestou na preparação e realização desta celebração jubilar.

Aos nossos queridos amigos, benfeitores, de perto e de longe que direta e indiretamente contribuiram no nosso caminho de fidelidade vai o nosso profundo reconhecimento e vos pedimos que continueis ainda a sustentar-nos com a vossa oração, presença e conselhos.

Ao terminar, agradecemos toda a Comunidade paroquial, que se esmerou na preparação desta celebração, participando activamente nos diversos sectores da liturgia. Vós irmãos representais os muitos irmãos e irmãs que formam o povo de Deus que ao longo destes 25 anos connosco trabalharam e partilharam a vida e o dom da Vocação. Convosco aprendemos a servir e a gastar a vida ao servico de  Deus e dos irmãos.

Na verdade, nunca agradeceremos a Deus o suficiente por esta graça jubilar e por tudo quanto Ele fez, faz e fará por cada uma de nós.

Maputo, 11 de Dezembro de 2022

 

Irmãs: Mónica Sebastião Sitoe
Argentina Francisco Cesar Augusto
Josina José Amade

 

PARTILHA